logomarca

Batalha Espiritual

imprimir tamanho da letra: A- normal A+

TEMA: Batalha Espiritual

TEXTO: Êxodo 17.8-16

INTRODUÇÃO

 

·         O cristão precisa conscientizar que vive um combate espiritual. (Ef. 6.12)

Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.”.

 

·         O inimigo do povo de Deus é o diabo e os seus demônios. (I Pe 5.8).

“Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;”.

 

·         Assim todo crente necessita ser um soldado de Cristo. (II Tm 2.3).

“Sofre, pois, comigo, as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo.”.

 

·         A luta espiritual não é travada em circunstâncias naturais, necessitamos compreender como devemos guerrear. (I Co 2.14-15).

“Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.  Mas o que é espiritual discerne bem tudo,  e ele de ninguém é discernido.”. 

·         A batalha entre o povo de Israel com os Amalequitas nos ensina verdades espirituais, para que apliquemos no nosso confronto contra os espíritos malignos.

 

Oração de transição: Vamos ver as estratégias que Deus passou para o povo de Israel.

 

(vs 8) = Amaleque é o adversário de Israel. Por que isso aconteceu?

 

1.    Houve legalidade. (Ez 13.5).

“Não subistes às brechas, nem reparastes o muro para a casa de Israel, para estardes firmes na peleja no dia do SENHOR.”.

 

2.    Teve pecado. (Is 59.2).

“Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça.”.

 

3.    Faltou vigilância e oração (Mt 26.41).

Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.”.

 

(vs 9) = A ordem do Eterno foi que Moisés escolhesse homens capazes para lutar contra o inimigo. Como lemos: “Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.”. (Mt 22.14).

 

             Todo soldado dependeria da autoridade de Deus que viria do alto pela vara de Moisés. Como foi escrito: “João respondeu, e disse: O homem não pode receber coisa alguma, se não lhe for dada do céu.”. (Jo 3.27).

 

1.    Ninguém poderá enfrentar o inimigo de qualquer maneira. Precisa está preparado, como?

1.1.  Conhecendo a escritura. (Js 1.8).

Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.”.

 

1.2.  Apartando-se do mal. ( Pv 3.7).

“Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao SENHOR e aparta-te do mal.”.

 

1.3.  Ser cheio do Espírito Santo, como lemos: “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.”.(At 1.8).

      

 O termo virtude do Espírito é a palavra guevurá do hebraico que significa: heroísmo, bravura. Para ser um herói precisa ser forte e valente.

Como foi escrito: “Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação.”. (2 Tm 1.7).

 

2.    Todos esses homens eram dependentes da autoridade que é dada por Deus, por meio da vara de Moisés. Como lemos:

“Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro. O meu socorro vem do SENHOR que fez o céu e a terra.”. (Sl 121.1-2).

“Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.”.  (Sl 23.4).

 

(vs 10) = Josué lutou contra os Amalequitas conforme a ordem de Moisés.

1.    Princípio de autoridade, ou seja, obediência. Logo, quando obedecemos a Deus podemos pelejar contra o inimigo. Como foi escrito:

Porém Samuel disse: Tem porventura o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do SENHOR? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros. Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniquidade e idolatria. Porquanto tu rejeitaste a palavra do SENHOR, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei.”. (1 Sm 15.22-23).

 

(vs 11-12) = Moisés já era velho, os seus braços eram cansados e quando os mantinham para cima Israel prevalecia contra o inimigo. Aconteceu que Arão e Hur colocaram numa pedra e os dois o apoiaram.

1.    A pedra é Cristo, local de fundamento, em outras palavras, a nossa vitória está em Jesus. Como lemos:

Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina;”. (Ef 2.20).

“Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.”. (1 Cor 15.57).

 

2.    A unidade entre os irmãos para apoia-lo nessa peleja. Como lemos:

“Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.”. (Sl 133.1).

“Está alguém entre vós aflito? Ore. Está alguém contente? Cante louvores.”. (Tg 5.13).

 

(vs 13) = Josué venceu os amalequitas, exterminando-os.

Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum.”. (Lc 10.19).

 

(vs 14) = O Eterno decretou a destruição de Amaleque, em outras palavras Deus decretou a destruição do Diabo e os seus anjos( Mt 25.41).

Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;”.

 

(Vs 15) = Moisés levantou um altar com o nome Adonay Nissi, que significa em Hebraico: O Senhor é o nosso milagre ( Lc 1.37).

Porque para Deus nada é impossível.”.

 

CONCLUSÃO

 

(vs 16) = O Eterno promete que essa batalha não será do seu povo, mas Ele mesmo lutará para nós. Devemos está com Ele. Como lemos:

Nesta batalha não tereis que pelejar; postai-vos, ficai parados, e vede a salvação do SENHOR para convosco, ó Judá e Jerusalém. Não temais, nem vos assusteis; amanhã saí-lhes ao encontro, porque o SENHOR será convosco.”. (2 Cr 20.17).

“Em Deus faremos proezas, pois ele calcará aos pés os nossos inimigos.”. (Sl 108:13).

 

Pr. Roberto Soares 

Deixe seu comentário
Sem comentários cadastrados.